Fale Conosco

segredodeexpert.com.br

A VERDADE NOS LIBERTOU!

ARTIGOS

A VERDADE NOS LIBERTOU!

A VERDADE NOS LIBERTOU, é o artigo escrito por mim, no Jornal Folha da Região de Araçatuba, no dia 8 de novembro de 2018, e aborda a confiança depositada pelo povo brasileiro nas propostas de campanha do candidato Jair Messias Bolsonaro.

Ao lê-lo na íntegra, entenderá a razão do título:

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:32). Sou “meio burrinho”, às vezes o cérebro dá uma “travada”, entendi finalmente o porque o presidente, sua excelência Jair Bolsonaro, teve como mote essa passagem bíblica de João.

Foram tantos anos de: “eu não sei de nada”, que: “De tanto se repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade” (Joseph Goebbels), que outra força não poderia derrotar mentirosos contumazes, se não a verdade e a transparência, e isso o presidente eleito fez questão de deixar bem claro em sua campanha.

A maioria que o elegeu, e os que não foram às urnas no dia 28 de outubro, por não acreditarem nas propostas de um e do outro, anseiam que suas promessas se transformem em ações assertivas, e o apoiará, inclusive, em medidas radicais que possam até trazer prejuízos financeiros aos brasileiros –esse é o preço a pagar por tantos anos de desgoverno com viés ideológico.

O que queres que eu te faça?” O cego respondeu: “Mestre, que eu veja!”. Jesus disse: “Vai, a tua fé te curou”. A explicação dada por um padre, quando interpretou essa passagem de Marcos: 10:51-52, na homília em missa dominical, mostrou-nos que Bartimeu, cego e mendigo, filho de Timeu, não apenas curou-se fisicamente, mas principalmente da sua ignorância acerca da condição divina de Jesus Cristo.

É essa a liberdade que os brasileiros esperam que ocorra a partir do primeiro dia útil de janeiro do próximo ano, quando nova história começa a ser escrita.

Por parte do povo, a libertação das amarras do xenofobismo ao achar que os que perderam as eleições devam ser marginalizados; da falta de fraternidade – ao furar a fila de um banco ou em instituições públicas; de um veículo seu ter uma perda relativa num sinistro e jogá-lo ribanceira abaixo para que dê perda total para receber o valor do seguro; de interromper o caminho de um

Só a verdade liberta

entregador de jornal e comprar um exemplar que deveria ser entregue ao assinante; de passar no sinal vermelho só porque levantou um pouco mais tarde, e achar que o policial que o está multando é corruptível…

Quanto ao governo do senhor Jair Bolsonaro, a obrigação moral de cercar-se de cidadãos íntegros, sob quaisquer suspeitas, para a constituição do primeiro escalão – o que parece não estar acontecendo:

Segundo o site “noticiasaominuto.com.br”: “um é investigado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) sob suspeita de participação de um esquema fraudulento, que desviaria recursos de fundos de pensão de companhias estatais administradas por empresas de consultoria do economista; outro, a empresa está ligada à investigação sobre o envio em massa de mensagens via WhatsApp durante as eleições, e um terceiro, condenado em 2011, em primeira instância, a um ano de detenção em regime aberto, por estelionato. Também foi alvo três vezes da Lei Maria da Penha, suspeito de agredir irmã e ex-mulher”.

Será que num país com mais de 200 milhões de pessoas, não existam pessoas isentas de pendengas com a justiça e cuja vida tenha sido de exemplos a serem seguidos até o presente momento?

Por fim, o presidente eleito deve convocar todos os partidos de oposição, inclusive o PT, para que o auxiliem nas propostas que venham ao encontro do interesse da maior parcela da população – afinal todos são brasileiros e igualmente pagam impostos.

Melhor prevenir do que esse país se transformar num barril de pólvora, o que não convém a ninguém…

Clique Para Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Title

Facebook

Blogmatic

Facebook

Title

To Top